Cidades InteligentesNotíciasPayparking acaba de receber o Selo GovTech do BrazilLAB

abril 13, 2020
http://payparking.com.br/wp-content/uploads/2020/04/selo-govtech-payparking-ok.jpg
A Payparking agora faz parte do grupo de startups que têm o Selo GovTech do BrazilLAB.

O reconhecimento é um importante passo para qualquer empresa que pretenda vender inovação para o setor público, já que o selo foi criado para destacar soluções que ajudam a tornar governos mais eficientes e inteligentes.

A iniciativa surgiu após o registro de um dado fundamental: de acordo com o próprio BrazilLAB, o governo é capaz de economizar até 97% dos seus recursos utilizando soluções digitais. A partir daí, o hub de inovação que acelera e conecta empreendedores com a rede pública criou o selo, que certifica as startups aptas a trabalharem e a venderem para diferentes órgãos da administração pública.

Além de um importante avanço na área de GovTech, o selo configura uma grande vitrine para as empresas jovens e para todos os gestores públicos do Brasil. Graças a ele, será possível identificar empreendedores com soluções inteligentes e seguras, que contribuam de fato para a prestação de serviços públicos de qualidade. 

O principal objetivo do BrazilLAB é abrir caminhos para a ampliação dos negócios das startups com governos e fomentar a inovação no país. E a Payparking orgulha-se de seu papel nesse movimento.

A Payparking atua no desenvolvimento de soluções digitais para estacionamentos públicos e privados, e serviços ligados ao setor de mobilidade urbana. Um dos principais produtos é o Ecoparking, sistema informatizado de operação de estacionamentos rotativos públicos.

Dentre inúmeros benefícios, a implementação do Ecoparking proporciona maior comodidade e acesso para os usuários do sistema de estacionamento público; redução dos engarrafamentos e melhora da fluidez do tráfego; redução de impactos ambientais de emissão de poluentes; maior eficiência e otimização dos recursos humanos para fiscalização; aumento da circulação de pessoas nas áreas centrais, favorecendo o comércio local; possibilidade de um perfeito controle operacional e financeiro do Poder Público.